ALUNOS DEBATERAM SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

30.08.2019

ALUNOS DEBATERAM SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

No dia 28 de agosto os alunos do Projeto Emater na Escola, a coordenadora pedagógica, a secretária da Educação, o vice-prefeito e a extensionista da Emater do município participaram do Seminário Estadual de Agricultura Urbana e Periurbana, realizado no auditório do Teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre. O objetivo da viagem foi levar o grupo de alunos para um local de debate sobre a agricultura sustentável e mesmo que o tema era a agricultura urbana e seus arredores, os temas poderão ser trabalhados em todas as áreas. O foco maior foi o uso indiscriminado de agrotóxicos e suas consequências para a saúde das pessoas e do planeta, como o alto teor de resíduos nas frutas, verduras, ar e a água, a mortandade de abelhas, beija-flores e outros animais, o consequente declínio da diversidade e da vida no planeta.

O grupo de alunos foi desafiado a falar sobre o aprendizado, a ter uma visão crítica para a situação atual e levar para suas famílias o que ouviram dos painelistas. Também, tiveram a oportunidade de conhecer os espaços da Assembleia Legislativa e alguns pontos turísticos da capital.

“Eles prestaram muita atenção nos painelistas e na volta questionei sobre o que foi abordado e eles falaram de vários assuntos. Acredito que foi uma sementinha plantada que vai fazer eles pensarem como está a realidade na sua propriedade, no estado e no país”. Eliana Zenere Giacobbo, secretária da Educação.

De acordo com a aluna Marlise Batista de Souza, do 8º Ano da Emef Olavo Bilac, “no planeta, o Brasil é o país que mais utiliza agrotóxicos, e o estado brasileiro que mais utiliza agrotóxicos é o Rio Grande do Sul, sendo o estado com mais casos de câncer. Em cidades como Porto Alegre estão fazendo projetos para levar a agricultura para a região urbana criando hortas comunitárias em terrenos baldios, onde os habitantes podem produzir seu próprio alimento sem uso de agrotóxicos, assim terão uma alimentação mais saudável.”

“Em cidades grandes, como Porto Alegre, é comum as pessoas comprarem alimentos que possuem agrotóxicos. O projeto que nos foi apresentado no Fórum fala sobre usar os espaços das cidades que não estão ocupados e fazer hortas sustentáveis, para as pessoas terem melhor qualidade de vida.” Elisa Zonta Mariotti, 9º Ano da Emef Olavo Bilac.

Algumas reflexões propostas durante o Seminário:
“O Rio Grande do Sul possui elevadíssima taxa de casos de câncer e é um dos locais que mais utiliza agrotóxicos do mundo. Será que existe alguma relação? O que cada um pode fazer? Como implantar uma agricultura orgânica e mais sustentável? Como utilizar a agricultura sustentável para transformar em uma fonte de renda? O trabalho com hortas e plantas medicinais, fitoterápicos pode ser de forma orgânica? O que podemos fazer para fortalecer vínculos entre as pessoas, a terra e a natureza? Como melhorar a reciclagem e aproveitar melhor o lixo orgânico?

Como foi colocado no Seminário, o modelo de agricultura atual anula a vida. O que nós podemos fazer? A proposta é investir na plantação nas áreas urbana e periurbanas para consumo p

róprio e como forma de um negócio sustentável e isso pode ser aplicado também na área rural, com ênfase na vida e na saúde das pessoas.”