MOSTRA DO SESI CON@CIÊNCIA

04.10.2019

MOSTRA DO SESI CON@CIÊNCIA

No dia 30 de setembro o vice-prefreito Alvaro José Giacobbo participou da II Mostra do SESI Con@ciência, mostra de conhecimento, ciência e tecnologia, no Centro de eventos da FIERGS em Porto Alegre.

Neste ano o vice-prefeito Alvaro Giacobbo concluiu o Ensino Fundamental na EJA EAD, no SESI Lajeado e, juntamente com o colega o colega Lindomar e as professoras Nice, Dani e o diretor Daniel, participaram do Seminário de Projetos, onde o projeto do Núcleo Lajeado, sobre sustentabilidade, foi selecionado para participar do evento, que atingiu um público de cerca de 12 mil pessoas.

Com Juliano Colombo, Superintendente do Sesi RSO vice-prefeito e aluno formado no Ensino Fundamental da EJA EAD, Alvaro Giacobbo, atualmente cursando o Ensino Médio na mesma instituição, destaca que ”é uma oportunidade que o Sesi disponibiliza para concluir os estudos, além de realizar experiências e poder dividir os resultados em um evento desta grandeza. As oportunidades acontecem independente do tempo e é importante estar preparado e determinado para assumir, buscando aperfeiçoamento e crescimento pessoal.”

Paralelo à mostra aconteceram vários seminários e palestras sobre a educação do futuro, cujos temas variaram entre “a educação sob as lentes dos jornais”, “BNCC e inovação na escola”, “tecnologia na educação” e “inovação na educação”. A secretária de educação participou dos seminários e diz que a escolha dos painelistas foi muito significativa para o sucesso do evento.

Foram profissionais com alto grau de conhecimento que estavam debatendo a educação sob vários ângulos, sob a ótica dos jornalistas que admitiram que apesar de divulgarem algumas cases de sucesso na educação, ainda divulgam muitas notícias que não são boas como atraso dos salários, escolas sem manutenção, violência dentro dos educandários, entre outras. E, também, o olhar dos profissionais de educação, que sempre acreditaram e acreditam na educação e fazem dos seus espaços escolares ambientes criativos (com consideráveis recursos ou mesmo sem recursos), mas que acreditam que a educação possa melhorar a cada dia.

Para a secretária, “estamos muito aquém do que a BNCC propõe, é necessário trabalhar muito para contemplar parte do que é proposto, pois como um painelista falou, para abranger totalmente a proposta da base precisaríamos estar 48 horas em sala de aula e só temos 4 horas por dia (escola de turno parcial). Mas também sabemos que podemos fazer melhor, inicialmente acreditando na educação, acreditando nos profissionais, acreditando nos alunos e acreditando em uma sociedade melhor. E como a própria palavra fala: “educAção”, para educar, precisamos de ação, buscar conhecimentos, aperfeiçoar, evoluir para poder acompanhar o avanço das tecnologias, utilizando formas de tecnologias ativas, método Maker (fazer ou “faça você mesmo”), ou ainda método STEAM (baseado em metodologia de projetos). Um grande desafio para todos nós e que se mostra possível, mesmo com recursos escassos.”